Brasil

Paulo Henrique Amorim morreu com mágoa da Record TV, revela amiga

Antes de sua morte, enquanto escovava os dentes em casa na madrugada da última quarta, Paulo Henrique Amorim estava muito descontente com sua situação na Record TV. Pelo menos foi isso que Rosamaria Araújo, amiga da família, disse a jornalistas no velório do comunicador, na manhã desta quinta-feira, no centro do Rio.

Segundo a historiadora, o afastamento do apresentador do ‘Domingo Espetacular’ da atração foi por causas políticas. “Certamente. Foi um motivo de frustração para todos nós porque, qualquer interferência no pensamento político, na liberdade de imprensa, parece muito forte. Ele demonstrava certa indignação. Ele era uma pessoa muito aberta, veemente, falava tudo que pensava”, afirmou Rosamaria