A notícia na íntegra | por Gláucia Lima

sexta-feira

15

abril 2016

0

COMENTÁRIOS

Andrade Gutierrez diz que pagou pesquisas para Dilma em 2014 sem declarar

Por , em Eleições

andrade gutierrez

A empreiteira Andrade Gutierrez usou um contrato com o instituto Vox Populi para pagar pesquisas usadas e não declaradas pela equipe de comunicação da campanha da reeleição da presidente Dilma Rousseff em 2014.

De acordo com apuração do jornal Folha de S. Paulo, a construtora tinha um contrato com o Vox Populi para realização de levantamentos de dados destinados à empresa, que acabou sendo usado para bancar pesquisas qualitativas encomendadas pela equipe de produção de programas da candidata petista à reeleição. Ainda de acordo com o jornal, a prática configura caixa dois. Os pagamentos abrangidos pelo contrato ultrapassaram R$ 10 milhões, de acordo com a publicação

Os repasses diretos da construtora ao instituto Vox Populi no constam na prestação de contas da campanha de Dilma nem na do PT.

Em delação premiada, ex-executivos da empreiteira já haviam admitido um esquema semelhante na primeira campanha de Dilma Presidência da República, em 2010. Na época, a Andrade, por meio de um contrato com a Pepper Digital, pagou R$ 6,1 milhões de serviços prestados para a então candidata Dilma.

Em nota enviada à Folha de S. Paulo, o comando da campanha da presidente em 2014 afirmou ser “absolutamente inverídica qualquer afirmação ou ilação de que a campanha presidencial Dilma-Temer tenha se utilizado da empresa Andrade Gutierrez para receber os serviços de pesquisas realizadas pela Vox Populi”.

Deixe seu recado através do Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *