A notícia na íntegra | por Gláucia Lima

segunda-feira

16

outubro 2017

0

COMENTÁRIOS

Bandidos cercam sede da PM, explodem agência bancária e fazem reféns, na Paraíba

Por , em Paraíba

Banco do Brasil de São José de Piranhas

Banco do Brasil de São José de Piranhas

A sede da Polícia Militar em São José de Piranhas, no Sertão paraibano, a 503 km de João Pessoa, foi cercada e atingida por vários tiros, na madrugada desta segunda-feira (16). O ataque impediu que equipes de plantão saíssem do prédio para combater explosões na agência do Banco do Brasil na cidade.

Segundo a soldado Ataiane, bandidos fortemente armados efetuaram disparos de todos os lados do prédio da companhia de Polícia Militar. Os policiais que estavam de plantão ficaram acuados e não puderam sair da sede. Enquanto essa ação era realizada, outros criminosos atuavam na explosão ao banco, onde dois comerciantes foram feitos reféns. “Eles estavam fechando os estabelecimentos e foram rendidos pelos assaltantes”, informou a policial.

Ainda conforme a soldado, a ação dos bandidos durou entre 45 minutos e uma hora. Eles danificaram um caixa eletrônico e um cofre central. Na agência, de acordo com a policial, existem cinco caixas e quatro cofres. Ela informou, com base no que foi repassado pela gerência do banco, que a quantia roubada pelos criminosos foi pequena.

Dois veículos que teriam sido usados pelos bandidos foram abandonados e queimados na estrada que dá acesso ao município de Carrapateira. Uma equipe que viajava de Cajazeiras para dar suporte às buscas teve pneus furados por grampos deixados na pista pela quadrilha.

Até a publicação desta matéria pelo Portal Correio da Paraíba, nenhum suspeito tinha sido preso e a Polícia Militar na região continuava fazendo rondas.

Deixe seu recado através do Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *