Mensalão mineiro

Brasileiro morre esfaqueado em universidade dos EUA

ESTUDANTE-BRASILEIRO-EUA-696x392

O universitário brasileiro João Souza, aluno de engenharia da Universidade de Binghamton, de Nova York, morreu esfaqueado na noite do último domingo (19). O jovem de 19 anos estava no campus da universidade quando foi atacado por um colega, que após ser flagrado pelas câmeras de segurança da instituição foi detido nesta segunda-feira (17).

De acordo com as filmagens, o suspeito é um jovem de pela clara, que no dia do crime usava um capuz escuro e vestia calças do mesmo tom. Ele teria fugido a pé do local após esfaquear e matar o colega. A universidade emitiu um comunicado afirmando que o crime não parecia se tratar de um ato aleatório.

A vítima morava nos Estados Unidos desde que cursava a oitava série, segundo um antigo amigo de escola informou ao site de notícias Pressconnects. “Era um cara ótimo, sempre sorrindo e contando piadas”, comentou Sammy Landino à imprensa local, em declaração reproduzida pelo G1. Ele e João Souza estudaram juntos durante anos, até se formarem no colégio, em 2017.

Este não seria o primeiro caso de assassinato entre alunos no campus da Universidade de Binghamton, segundo o site americano. A aluna de enfermagem Haley Anderson, de 22 anos, também teria sido encontrada morta em uma residência, em março deste ano. O crime tornou o colega de curso Orlando Tercero o principal suspeito. Após a morte, ele fugiu para a Nicarágua.