A notícia na íntegra | por Gláucia Lima

domingo

17

abril 2016

0

COMENTÁRIOS

Forte terremoto na costa do Equador deixa ao menos 77 mortos e 588 feridos

Por , em Internacional

Foi o terremoto mais forte em décadas ocorrido no Equador – Foto: Paul Ochoa/Reuters

Foi o terremoto mais forte em décadas ocorrido no Equador – Foto: Paul Ochoa/Reuters

Segundo agências internacionais, subiu para 77 o número de mortos no Equador, após um poderoso terremoto de 7,8 graus atingir a costa central do Equador neste sábado (16) e espalhar pânico inclusive na capital Quito, com o desabamento de casas e tremores sentidos em edifícios. Há pelo menos 588 pessoas feridas.

O Serviço Geológico dos EUA disse que o tremor, o mais forte em décadas registrado no Equador, teve seu epicentro 27 quilômetros ao sul-sudeste de Muisne, em uma área pouco povoada com portos de pesca que é popular entre os turistas.

O vice-presidente Jorge Glas disse, em um discurso televisionado que houve relatos iniciais de 28 mortos nas cidades de Manta, Portoviejo e Guayaquil. Entre os mortos estava o motorista de um carro esmagado por um viaduto que cedeu em Guayaquil, a cidade mais populosa que fica a centenas de quilômetros do epicentro.

Em mídias sociais, residentes compartilharam fotos de casas que desmoronaram, além do desabamento do telhado de um centro comercial e prateleiras dos supermercados tremendo violentamente. Em Manta, o aeroporto foi fechado após a torre de controle sofrer danos graves.O presidente Rafael Correa, que está no Vaticano depois de participar de uma conferência papal, pediu aos equatorianos para que mostrem força, enquanto as autoridades monitorem as ocorrências.

Foto: Patricio Ramos/Reuters

Foto: Patricio Ramos/Reuters

O Centro de Alerta de Tsunamis do Pacífico alertou que ondas de tsunami perigosas poderiam aparecer em algumas costas. O governo não tinha emitido um alerta, mas Glas pediu aos moradores ao longo da costa para se deslocarem para um local superior, e cidades perto do epicentro também estavam sendo evacuadas como medida de precaução. Uma emergência havia sido declarada em seis províncias, disse ele. “É muito importante que os equatorianos mantenham a calma durante esta emergência”, disse Glas.

Na capital, o tremor foi sentido por cerca de 40 segundos e as pessoas fugiram para as ruas com medo. Quito fica a cerca de 170 quilômetros do epicentro do terremoto. O tremor provocou o corte da eletricidade e a queda da cobertura de celular em vários bairros da capital.

“Eu estou em um estado de pânico”, disse Zoila Villena, um dos muitos moradores de Quito que se reuniram nas ruas. “Meu prédio mudou muito e as coisas caíram no chão. Lotes de vizinhos estavam gritando e crianças chorando”.

O USGS colocou originalmente o terremoto a uma magnitude de 7,4, mas em seguida, a elevou para 7,8. O tremor foi sentido a uma profundidade de 19 quilômetros. Vários tremores secundários, alguns que chegaram a 5,6 graus, continuaram na primeira hora após o tremor principal, que ocorreu ao anoitecer. O aeroporto internacional de Guayaquil também foi fechado por conta de falta de comunicação.

Deixe seu recado através do Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *