A notícia na íntegra | por Gláucia Lima

terça-feira

19

abril 2016

0

COMENTÁRIOS

Lula e aliados discutem realização de novas eleições em reunião do PT

Por , em Internacional

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva esteve reunido com aliados, nesta terça-feira (19), no Diretório Nacional do Partido dos Trabalhadores (PT), no Centro de São Paulo. Um dos temas discutidos foi a possibilidade de realizar, ou não, novas eleições.
Segundo o deputado federal Arlindo Chinaglia, Lula disse que não imaginava que viveria esta situação, mas faz uma análise sólida das questões. “Não dá para avaliar, até porque existiria uma contradição, como é que você propõe novas eleições tendo mandatos em curso. Não é um tema fácil do ponto de vista institucional. Do ponto de vista jurídico dependeria da presidente e do vice estarem de acordo. Ou poderia haver uma iniciativa do Congresso Nacional”, afirmou.

“Agora, na Câmara, como ficou provado, a partir da oposição com seus vínculos financeiros, econômicos, optaram desde o primeiro ano de mandato de fazer um enfrentamento. Na prática, agravou a crise econômica real”, afirmou Chinaglia. “Eu não sei exatamente quem teria condições de propor [novas eleições] e, repito, depende basicamente de quem está na presidência”.

Chinaglia afirma que uma alternativa seria propor um plebiscito para a população decidir se quer voltar às urnas. “O Congresso não necessariamente representa a vontade popular. Agora, se você faz um plebiscito, aí sim você não tem nenhuma dúvida de que a população decidir por novas eleições, isso pode e deve acontecer”. O deputado petista disse ainda que houve “um crescente aumento e fôlego do movimento de rua contra o impeachment” e pela “consciência democrática” e afirmou que não acredita que o governo Temer teria legitimidade para governar.

Deixe seu recado através do Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *