A notícia na íntegra | por Gláucia Lima

quinta-feira

19

maio 2016

0

COMENTÁRIOS

Ministro diz que contratos do Minha Casa barrados não têm novo prazo

Por , em Cidades

Minha-Casa-Minha-Vida-Foto-Divulgação

Após barrar novas unidades do Minha Casa Minha Vida, o ministro das Cidades, Bruno Araújo, disse nesta quarta-feira (18) que pretende relançar novos contratos do programa na modalidade “entidades”, mas que isso ainda não tem prazo. Ele ressaltou, porém, que essa segmento, afetado pelas portarias que ele revogou, representa entre 1% e 1,5% do programa e que o restante não será afetado.

A modalidade “entidades” é direcionada ao financiamento de residências ao público de baixa renda ligado a cooperativas ou entidades sem fins lucrativos. Após uma seleção, elas recebem uma verba da Caixa para construir essas unidades. O valor médio de cada habitação é de R$ 70 mil.

“Nós vamos fazer, num momento próprio, um novo lançamento do programa Minha Casa Minha Vida entidades e, obviamente, ouvindo principalmente as entidades, mas baseados em critérios que essa administração conheça e possa ajudar a aprimorar esse segmento”, afirmou Araújo em uma entrevista coletiva para explicar a sua decisão de revogar as portarias. Ele acrescentou, porém, que não há prazo para isso.

Fernanda Calgaro – G1

 

Deixe seu recado através do Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *