A notícia na íntegra | por Gláucia Lima

terça-feira

2

agosto 2016

0

COMENTÁRIOS

Queiroz Galvão é alvo da nova fase da Lava Jato

Por , em Operação Resta Um

download

A Polícia Federal deflagou, nesta terça-feira (2), a 33ª fase da operação Lava Jato, denominada “Resta Um”. Os mandatos estão sendo cumprido em Minas Gerais, São Paulo, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Goiás, Pernambuco. O alvo é a construtora Queiroz Galvão, terceira maior empreiteira em contratos com a Petrobras.

O objetivo dessa fase é investigar contratos para obras no Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro e nas refinarias de Abreu e Lima (PE), do Vale do Paraíba (SP), Landulpho Alves (BA) e de Duque de Caxias (RJ).

Segundo a PF, a construtora integrava o chamado “cartel de empreiteiras”, com pagamentos de propina sistemáticos a funcionários e diretores da Petrobras, assim como a partidos políticos.

Ao todo, foram expedidos 32 mandados judiciais, sendo 1 de prisão temporária, duas de prisão preventiva, seis de condução coercitiva, que é quando a pessoa é levada para prestar depoimento, e 23 de busca e apreensão.

Em Minas Gerais, estão sendo cumpridos em Belo Horizonte dois mandatos de busca, uma prisão coercitiva e em Santa Rosa, noroeste do estado, uma busca coercitiva.

Foram presos preventivamente o ex-diretor Othon Zanoide Moraes Filho e o ex-presidente Ildefonso Colares Filho. Os executivos já haviam sido detidos na sétima fase da Lava Jato, em novembro de 2014, mas foram soltos após decisão da Justiça. O mandado de prisão temporária é contra Marcos Pereira Reis, executivo da Quip.

Deixe seu recado através do Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *