A notícia na íntegra | por Gláucia Lima

segunda-feira

6

junho 2016

0

COMENTÁRIOS

Suposto operador de Pimentel, Bené vai entregar avião em que foi preso

Por , em Operação Acrônimo

download (2)

Apontado como operador do governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel (PT), o  empresário Benedito Rodrigues de Oliveira Neto vai entregar o avião em que foi detido  pela Polícia Federal em outubro de 2014.

Bené, como é conhecido, está preso desde 15 de abril, em consequência da Operação  Acrônimo, que apura suspeitas de ilegalidades na campanha de Pimentel. Após a  primeira detenção, dois anos atrás, ele já ganhou a liberdade e voltou para a cadeia  novamente duas vezes.

O compromisso de cessão da aeronave -avaliada em cerca de R$ 4 milhões- é parte do acordo de delação premiada fechado com o Ministério Público Federal e homologado pelo STJ. Em contrapartida, depois de contar o que sabe, Bené deixará a carceragem no próximo dia 14 e cumprirá o restante da pena em casa, monitorado por tornozeleira eletrônica. Após um ano de prisão domiciliar, ele poderá trabalhar durante a semana.

Em seus depoimentos, Bené disse aos investigadores que o presidente da CNI (Confederação Nacional da Indústria), Robson Andrade, contribuiu com R$ 1 milhão para o caixa 2 da campanha de 2014 de Fernando Pimentel. O caso, revelado pelo site da revista “Época”, foi confirmado pela Folha.

O dinheiro teria sido repassado a empresas credoras da campanha do petista por intermédio de uma firma que prestava serviços na Olimpíada do Conhecimento, evento vinculado ao Sistema S.

Bené e outras duas pessoas que trabalhavam com Pimentel foram surpreendidas pela PF no aeroporto de Brasília, em plena corrida eleitoral de 2014, com cerca de R$ 115 mil em dinheiro vivo. Eles estavam no avião do qual Bené terá de abrir mão. O episódio deu a partida para as investigações que culminaram na Acrônimo. Em consequência dela, o governador de Minas foi denunciado ao STJ pela Procuradoria-Geral da República.

 

Deixe seu recado através do Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *